Então e porquê Crónicas da Barriga? Porque era o nome do blog que queria ter escrito durante a gravidez. Ainda vou a tempo? Não, a miúda tinha quase 4 meses quando o blog começou. E então? Então, nada!
18.1.09

1. Café

Até ao final da gravidez, bebi sempre café, mas depois, com medo que a miúda ficasse mais espevitada do que já é, deixei de beber (bebi um na semana passada). Mas há ocasiões em que só consigo pensar nisso, tipo reunião de direcção, depois do almoço, num dia em que a M. tenha acordado às 6.00h e os balanços e os P&L´s se sucedem a uma velocidade vertiginosa.

 

2. Jantar fora

Passamos a vida a almoçar fora, mas levamos a M.. Jantar fora implica deixar mais um biberon e o stock está à conta para os dias de trabalho e não se compadece com saídas nocturnas. Mas está em estudo o primeiro jantar a dois, mantendo-se ainda a indecisão entre o soufflé XL e a mousse de chocolate do Pap´ Açorda.

 

3. Cinema

Fui ver "O Sexo e a Cidade" na semana em que a M. nasceu e desde aí nunca mais fui ao cinema. Já sei, não vou porque não quero, porque ela dorme desde as 23.00h, mais coisa, menos coisa, podia deixá-la na minha mãe, podia deixá-la na mãe do J., mas ainda não nos apeteceu.

 

4. Álcool

Um gin tónico antes do jantar, uma caipinha ao fim da tarde, uma sangria a acompanhar a dourada escalada... de Inverno, ainda vai, mas no Verão,os copázios fazem falta. E entre gravidez e amamentação, já lá vai mais de um ano de meios copos de vinho uma vez por outra.

 

5. Ler na cama

Entre o prazer de ler na cama e o medo de acordar, este ganha destacadíssimo. Quando a M. mudar para o quarto dela (já deve faltar pouco), vou ler um livro inteiro de seguida, com o candeeiro ostensivamente aceso (calhando, até acendo o do tecto).

Por R, às 00:59  comentar

Sobre a M.
Nascida a 4 de Julho de 2008, com 3,880 kg, 50 cm e as maiores bochechas do mundo.
Sobre o P.
Chegou a 24 de Setembro de 2010, com 3,380 kg, 48 cm e os olhos mais doces do mundo.
RSS
blogs SAPO