Então e porquê Crónicas da Barriga? Porque era o nome do blog que queria ter escrito durante a gravidez. Ainda vou a tempo? Não, a miúda tinha quase 4 meses quando o blog começou. E então? Então, nada!
2.7.09

Há um ano atrás, eu ainda tinha uma réstia de esperança que a M. poderia nascer de parto normal e, por isso, passávamos os serões a andar junto ao rio, em Belém. Estacionávamos perto do Café In e íamos até à estação fluvial, onde, invariavelmente, víamos chegar o cacilheiro com meia dúzia de pessoas e só regressávamos quanto também o barco largava as amarras e fazia-se ao rio. Andávamos com ritmo, de mãos dadas, quase em silêncio, numa antecipação do que aí vinha.

 

Só mesmo na véspera, dia 3 de Julho, decidimos desistir de tentar ajudar o processo fisiológico e substituímos a passeata por um jantar num restaurante mesmo em cima do mar.

 

A M. acabou mesmo por nascer de cesariana, mas não foi por isso que aqueles passeios nocturnos deixaram de ser especiais.

Por R, às 22:08  comentar

Sobre a M.
Nascida a 4 de Julho de 2008, com 3,880 kg, 50 cm e as maiores bochechas do mundo.
Sobre o P.
Chegou a 24 de Setembro de 2010, com 3,380 kg, 48 cm e os olhos mais doces do mundo.
RSS
blogs SAPO