Então e porquê Crónicas da Barriga? Porque era o nome do blog que queria ter escrito durante a gravidez. Ainda vou a tempo? Não, a miúda tinha quase 4 meses quando o blog começou. E então? Então, nada!
29.4.10

Na primeira consulta após saber que estava grávida, o meu médico ia tendo um ataque quando lhe disse que ainda amamentava a M.. Que não podia ser, que tinha que parar imediatamente, que isto, que aquilo. Eu disse-lhe que já me tinha informado sobre o assunto e não via grande problema, desde que me alimentasse correctamente, para garantir as necessidades nutricionais do bebé (e as minhas, by the way). Disse-lhe que sim, que deixaria de oferecer, mas não iria recusar se a M. pedisse.

 

Na manhã seguinte, quando a M. pediu “mimi”, perguntámos se ela não queria antes o leitinho no biberon. Disse que sim e desde então tem sempre bebido o leite da manhã no biberon. Mas passou a pedir à noite, antes de ir dormir, coisa que já não fazia há muito tempo.

 

E assim continuámos até ao início deste mês de Abril, quando a M. continuou a pedir “mimi”, mas passou a apenas encostar os lábios ao meu peito e a dizer “xá tá” logo de seguida. Não havendo estimulação há quase um mês, parece quase certo que este período de amamentação terminou.

 

Assim, sem nenhuma tristeza, nem orgulho particular, mas apenas com a certeza que fiz algo de importante para mim e para a minha filha, posso oficialmente anunciar que a M. mamou até aos 21 meses.

 

E em Outubro, mais uma volta.

Por R, às 14:12  comentar

De Antes assim... a 29 de Abril de 2010 às 14:39
E eu aproveito para te dar os parabéns e dizer que, na minha sincera opinião, é sim um grande orgulho ter permitido à tua menina mamar até querer, e fazer um desmame calmo e sem dramas!! Admiro muito as tuas ideias e posições, identifico-me muito mesmo com elas... mas nem sempre é fácil arcar com as consequencias das nossas mentes (para mim) despreconceituosas!!! Também já li muito sobre esse assunto e cheguei a ler sobre a possibilidade de se amamentar durante toda a gravidez e chegar, inclusive a amamentar dois filhos ao mesmo tempo... sendo que as mães de gémeos também o fazem, não???
Beijinhos... continuação de boa gravidez ; )))

De R a 2 de Maio de 2010 às 22:56
Foi mesmo assim: sem dramas, sem stresses, apenas mais um passo que demos as duas.
E vivam as mentes despreconceituosas!
Bjs!!!!
PS: Não sei se já leste o "Manual do Aleitamento Materno" do Dr. Carlos Gonzalez, vale a pena e fala sobre amamentação de dois.

De Raquel R. a 12 de Maio de 2010 às 09:43
O Guilherme mamou até aos 25 meses! Desmamou porque eu quis, mas foi calmo e sem stress! Parabéns pela conquista!
bjs

De R a 17 de Maio de 2010 às 14:13
Obrigada!

Sobre a M.
Nascida a 4 de Julho de 2008, com 3,880 kg, 50 cm e as maiores bochechas do mundo.
Sobre o P.
Chegou a 24 de Setembro de 2010, com 3,380 kg, 48 cm e os olhos mais doces do mundo.
RSS
blogs SAPO