Então e porquê Crónicas da Barriga? Porque era o nome do blog que queria ter escrito durante a gravidez. Ainda vou a tempo? Não, a miúda tinha quase 4 meses quando o blog começou. E então? Então, nada!
11.11.08

Às onze e tal da manhã, a empregada lá resolveu telefonar ao J. a avisar que não podia ir, porque as análises que tinha feito (esteve doente há duas semanas) revelaram a presença de uma bactéria supostamente contagiosa e, por isso, não podia estar ao pé da M.. Primeiro momento de pânico: então e a semana passada?!?

 

É claro que depois destas horas sem aparecer nem atender o telefone, a guia de marcha já estava preparada, mas para que não restassem dúvidas, a conversa continuou: que tínhamos que falar, porque a nossa casa era muito longe, que gostava muito de nós e da M., mas não conseguia acordar tão cedo, que, que, que...!

 

E eu: "Ó T., então não vem mais, acabou-se. E as chaves?". Combinação para as chaves, eu a despachar para dar a conversa por terminada antes que me desse vontade de mandá-la a sítios impróprios e ela sai-se com "Mas eu preciso de trabalhar, a Sra. Dra. não sabe de alguém que precise de empregada aqui na minha zona?"

 

Como disse??!!?? Quer que eu, a quem, uma semana depois de ter ido trabalhar, deixou pendurada, com uma bebé de quatro meses, a recomende a alguém que eu conheça? Eu, que me dei ao trabalho de contratar uma pessoa quando ainda estava grávida? Eu que passei da fase de escolher uma pessoa com mil e um critérios para começar meses antes para a fase do "desde que tenha dois braços e possa começar já, está contratada"? Nem para plantar batatas!

 

A conversa acabou comigo a dizer-lhe que me telefonasse depois de ir ao médico, para perceber essa história da bactéria...

Por R, às 10:28  comentar

Sobre a M.
Nascida a 4 de Julho de 2008, com 3,880 kg, 50 cm e as maiores bochechas do mundo.
Sobre o P.
Chegou a 24 de Setembro de 2010, com 3,380 kg, 48 cm e os olhos mais doces do mundo.
RSS
blogs SAPO