Então e porquê Crónicas da Barriga? Porque era o nome do blog que queria ter escrito durante a gravidez. Ainda vou a tempo? Não, a miúda tinha quase 4 meses quando o blog começou. E então? Então, nada!
13.11.08

A semana caótica acabou por ter um efeito positivo: o estágio intensivo com os quatro avós fez com a M. deixasse de estranhar tanto as pessoas. Hoje fartou-se de rir para uma amiga da minha mãe durante o passeio matinal e enquanto a vestíamos, a seguir ao banho, tivémos direito a nova sessão de gargalhada, enquanto o J. lhe fazia cócegas na barriga.

Por R, às 22:12  comentar

De Rita a 14 de Novembro de 2008 às 12:27
Durante a licença de maternidade (q apanhou boa parte do outono/inverno do ano passado) quase nunca saía de casa. A miuda estava tão habituada a mim, q chorava quando via gente estranha (avós e tios incluídos:)). Fartavam-se de me criticar por isso, mas preferia ter uma bebé anti-social do que cheia de constipações, otites e outras "ites".
Quando regressei ao trabalho, a separação custou mesmo muito. Às duas. Mas 1 ou 2 meses depois, passou e hoje, com quase 16 meses, é a miuda mais simpática e sociável do bairro dos meus pais (ela está com a minha mãe). Até já chama o merceeiro pelo nome.
Bjs e continuação de boa adaptação :)

De R a 14 de Novembro de 2008 às 13:40
Rita,

Quando me dizem "Ela é muito agarrada a vocês",eu respondo logo "Mas havia de ser agarrada a quem?". É mesmo o que dizes: eles têm tempo para ser sociáveis.

Sobre a M.
Nascida a 4 de Julho de 2008, com 3,880 kg, 50 cm e as maiores bochechas do mundo.
Sobre o P.
Chegou a 24 de Setembro de 2010, com 3,380 kg, 48 cm e os olhos mais doces do mundo.
RSS
blogs SAPO