Então e porquê Crónicas da Barriga? Porque era o nome do blog que queria ter escrito durante a gravidez. Ainda vou a tempo? Não, a miúda tinha quase 4 meses quando o blog começou. E então? Então, nada!
13.11.08

Leio e ouço muitas mães que passam a vida a querer que os filhos passem rapidamente para um novo estádio. São aquelas que às 37 semanas de gravidez já estão a dizer que sentem que o parto está quase, quase, que acham que bebés com quatro meses já estão fartos do leite e parece que pedem a nossa comida (juro que já ouvi isto), que anseiam pelo momento em que as crianças deixam o ovo e passam para a cadeira.

 

Eu, no meu egoísmo de mãe, quis que a M. ficasse o mais tempo possível dentro de mim, quero que continue a alimentar-se exclusivamente do meu leite até ser a melhor opção para ela, quero que ela continue a ser bebé o mais tempo possível. Isto passa tão rápido que já nem me lembro do terrível primeiro mês e tudo me parece um mar de rosas.

 

Prefiro que ela cresça devagarinho, sem pressas, porque, como diz o povo, a pressa é inimiga da perfeição.

Por R, às 22:18  comentar

Sobre a M.
Nascida a 4 de Julho de 2008, com 3,880 kg, 50 cm e as maiores bochechas do mundo.
Sobre o P.
Chegou a 24 de Setembro de 2010, com 3,380 kg, 48 cm e os olhos mais doces do mundo.
RSS
blogs SAPO